domingo, 6 de fevereiro de 2011

desta vez não

eu? nunca duvidei de ti!
acreditava em cada palavra que dizias, em cada teu olhar.
mas agora desiludiste-me, e as tuas desculpas já não me servem de nada.
agora és passado, e eu sigo em direcção ao futuro meu amigo.

3 comentários: